11 jul

Influenciadores Digitais: especialistas em quê?

Com a diversificação de canais de uns anos pra cá e o avanço das plataformas digitais, incluindo as redes sociais, a descrição de cargo de um assessor de imprensa ganhou alguns itens. Além dos jornalistas, sejam de veículos impressos ou não, os assessores agora lidam com outros interlocutores: YouTubers, Blogueiros, Instagramers e até aqueles que se posicionam como Facebookers. (No e-book que publicamos recentemente e você pode fazer o download aqui, detalhamos um pouco mais essa desafiadora relação).

Os chamados influenciadores digitais vêm agitando o mundo digital e criando uma nova maneira de se relacionar com seus leitores, seguidores ou espectadores. Até concursos oficiais, com direito a voto do público e de jurados selecionados, já foram criados para reconhecer quem vem fazendo a diferença. A lista dos vencedores do Prêmio Influenciadores Digitais 2017, organizado pela revista Negócios da Comunicação, foi publicada recentemente e traz os vencedores em 20 categorias diferentes. Sim, você leu certo: 20 categorias! Entre elas estavam “Estilo de Vida e Comportamento” e “Viagem e Turismo”, duas das principais áreas em que a B4Tcomm atua.

Tão poderosas quanto, mas sem o glamour e a formalidade de uma cerimônia de premiação com seus trajes (quase) sociais, algumas “listas” preparadas por veículos de imprensa, associações de classe e até pelos próprios influenciadores também estão apontando talentos que devemos prestar mais atenção. No último dia 20 de junho, a Forbes publicou sua lista com os 10 top influenciadores de 12 categorias diferentes, incluindo “Viagem”. O mais bacana de tudo isso, e um grande aprendizado para agências de comunicação e assessores de imprensa, é que cada um deles é especialista em sua área, falam com propriedade do assunto e – realmente – influenciam pessoas em suas escolhas. Mas o que esperar de um influenciador “Fitness” quando este falar de “Viagem”? E a Instagramer de “Beleza” que decidiu ir para as Maldivas testar um novo batom e passou a dar dicas “locais” para potenciais turistas? Êpa, peraí! Como diria o ditado popular, cada macaco no seu galho! A transversalidade de temas é saudável somente até a página 2. Quando se trata de informações – e recomendações! – específicas, ninguém melhor que o especialista.

Kate McCulley, do blog Adventurous Kate, listada na 10ª posição na categoria “Viagem” da Forbes, publicou um post sobre como usar o poder da influência sabia e corretamente, que foi traduzido pela igualmente influenciadora Claudia Beatriz, do blog Aprendiz de Viajante. Como bem definiu a Claudia: “Esse texto é uma reflexão sobre o mercado de turismo, a blogosfera e nosso papel como viajantes e influenciadores”.

Antes de você pedir para seu assessor de imprensa convidar a influenciadora de moda – ou de design, de maternidade ou de games – mais bombada da sua região para se hospedar em seu hotel boutique cinco estrelas ou fazer uma massagem no seu novíssimo spa, leia o texto da Kate traduzido e comentado pela Claudia aqui. Depois disso, as sugestões e comentários da sua assessoria de imprensa farão muito mais sentido.

Relacionados

Baixe o E-book com dicas para chegar ao topo com Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *